Secretaria de Cultura do município lança Projeto Nosso Patrimônio, Nossa História

A Secretaria de Cultura de Mamanguape realizou nesta quarta-feira (9) um grande evento no Centro Cultural Fênix para o lançamento do Projeto Nosso Patrimônio, Nossa História, encabeçado pelo órgão em parceria com outras secretarias do município. A cerimônia teve início às 09h00 com um coffee break servido aos convidados e contou com a presença de muitas autoridades.

Participaram do evento a prefeita Eunice Pessoa, o vice-prefeito Zenóbio Rodrigues, vereadores, secretários, membros da gestão municipal e pessoas ligadas às áreas de história e cultura na região. Ainda participaram representantes de vários órgãos como UEPB, UFPB (Campus IV), OAB, IPHAEP, FUNESC, Ministério Público, Paróquias S. Pedro e S. Paulo e N. Sra. do Carmo, FAPEMA, Associação de Itapecerica, Sindicato dos Trab. Rurais e Coletivo Pé de Figo.

A cidade de Mamanguape, tem a origem da sua história inserida no processo de conquista da Paraíba, com um grande acervo histórico e arquitetônico, herdado da ocupação territorial e do período áureo da produção açucareira. O projeto lançado nesta quarta-feira (9) busca fazer conhecida a história da cidade, despertando a consciência de todos para preservação desse acervo patrimonial.

O lançamento do Projeto no Eixo patrimônio está dividido em duas frentes de ação, a primeira voltada para a Educação Patrimonial, buscando através do conhecimento e da informação fazer com que a memória local seja perpetuada. O objetivo do evento foi lançar o Circuito Histórico-Cultural do município para ter junto às redes de ensino (Estadual, Municipal e Privada), com alunos e professores da segunda fase do fundamental, médio e superior, e extensivo aos moradores do vale, pesquisadores e turistas dos 11 pontos históricos que foram selecionados.

A secretária Ana Cristina fez a apresentação do primeiro projeto, apresentando os elementos peculiares e de significância de cada patrimônio escolhido para o primeiro eixo, contou um pouco da história das edificações que compõem o acervo e falou da importância de preservar a memória da nossa gente. “Um povo que não preserva a sua história, a sua memória, não tem ciência de quem é, nem do que foi, nem o valor que possui”, disse a secretária. 

A prefeita Eunice lembrou do cuidado que a sua gestão tem desde o primeiro ano de seu mandato em relação a preservação do patrimônio do município. “Mamanguape é uma cidade de um acervo muito rico, um grande acervo histórico e patrimonial, mas que ao longo do tempo, por ausência de cuidado, foi se deteriorando e desde o início tenho buscado preservar, conservar e manter a nossa memória para as futuras gerações”, disse a gestora.

COMPARTILHAR