Autor: Comunicação

Secretaria de Cultura celebra 1º ano de atividades com ações e fomento da arte local

A Secretaria de Cultura de Mamanguape é a mais nova entre aquelas que compõem a administração municipal, sendo oficialmente criada no mês de abril de 2021 para planejar, sistematizar e fomentar as atividades culturais no município. O seu surgimento foi resultado do desmembramento da Secretaria de Educação, haja vista a necessidade de ampliar o atendimento […]

10/02/2022 7h10 Atualizado há 12 meses atrás

A Secretaria de Cultura de Mamanguape é a mais nova entre aquelas que compõem a administração municipal, sendo oficialmente criada no mês de abril de 2021 para planejar, sistematizar e fomentar as atividades culturais no município. O seu surgimento foi resultado do desmembramento da Secretaria de Educação, haja vista a necessidade de ampliar o atendimento ao setor cultural local.

O órgão nasceu em meio a um dos períodos mais desafiadores da história cultural do país, que desde o início da pandemia causada pelo novo coronavírus foi uma das áreas econômicas mais prejudicadas. A cultura foi a primeira atividade a ser totalmente paralisada e, certamente, será uma das últimas a voltar a funcionar a pleno vapor.

Ainda assim, mesmo diante de um cenário tão difícil, a nova pasta não sucumbiu diante das dificuldades e com poucos meses de existência, 07 (sete) no total, disse a que veio e já possui credenciais para apresentar. Uma das primeiras ações realizadas pela secretaria foi a assistência à categoria cultural, com a entrega de 120 cestas básicas e de itens da agricultura familiar para os profissionais que atuam na área.

Sob a gestão da professora Ana Cristina, o órgão realizou o Primeiro Censo Cultural do município para mapear a situação e criar um banco de dados com informações de artistas, agentes, instituições, entidades, espaços, atividades e manifestações que atuam nos segmentos de Arte e Cultura. A partir desses dados foi possível direcionar as ações para atendimento à Lei Aldir Blanc – Fase 2, com inscrições, apresentações e oferta de 48 prêmios para os artistas.

Editais

  • Música Para Todos, com 28 premiações; 
  • Teatro & Dança, com 10 premiações;
  • Arte de Rua, com 10 premiações.

A Secretaria de Cultura, em parceria com as Secretarias de Educação e Desenvolvimento Urbano, desenvolveu os Projetos Geladeiroteca e Cantinho da Leitura. São espaços lúdicos totalmente pensados para desenvolver nas crianças o gosto pela leitura, com livros infantis e infanto-juvenis, sofás de material reciclado e abordagem pedagógica dentro do currículo dos alunos.

Atividades da Secretaria de Cultura:

  • Visita técnica da Equipe Técnica da FUNESC para análise do acervo e da estrutura física do prédio da Biblioteca Municipal Antônio de Azevedo,  com a doação de 225 livros, grandes obras da Literatura Brasileira.
  • Arraiá do Sítio São Pedro, uma super live com grandes artistas locais e participação da junina Joia Rara. Executada em parceria com a Sec. de Turismo.
  • Contação de histórias, através da Saia da Leitura que leva a magia dos contos e histórias, abordando temas pertinentes e necessários, ao público nas unidades escolares e nas praças.  
  • Projeto Grafite nas Escolas para combater o vandalismo, expor nossos artistas e trazer imagem, cor, aprendizado e vida aos nossos espaços de convivência.
  • Abertura do Mês da Pátria, com apresentação das Bandas Marcibel (Sertãozinho), SEDEC (João Pessoa) e a nossa  Renato Fonseca Filho pelas ruas da cidade.
  • Apresentação da Banda Marcial Renato Fonseca Filho, no Distrito de Camaratuba e na inauguração da Praça José Fernandes de Assis, na Comunidade de João Pereira.
  • Quintas Culturais: Espetáculos de Teatro e Dança aberto ao público, no Centro Cultural Fênix. 
  • Emancipação Política de Mamanguape: Alvorada com a Banda Fanfarra Simples dos Veteranos e apresentação da Banda Marcial Renato Fonseca Filho, à noite.
  • Projeto a Praça é de todos – Retomada das atividades nas praças levando muita Cultura e entretenimento, com Contação de histórias, Roda de Capoeira e Maculelê, teatro e hip-hop. Além da entrega de uma Geladeiroteca.
  • Celebração do Dia da Consciência Negra – Evento para a valorização da negritude do nosso povo, que ocorreu na Praça da Matriz, com falas de resistência e empoderamento, cordel negro, trançadeira, contação de histórias negras e roda de capoeira.
  • Lançamento do Livro 33 Saudades, do escritor Mamanguapense Raniere Menezes, com suporte do Governo Municipal e amparado pela Lei Aldir Blanc. I Festival Cultural Natalino – Uma programação grandiosa, com 37 apresentações, distribuía em 07 dias, com muito som, cor, luz e magia.

Ao continuar navegando no nosso portal, você concorda com a nossa Política de Privacidade. Para ter mais informações, acesse nossa página de Política de Privacidade

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support