Saúde Humanizada: CAPS AD III realiza diligencia para resgatar paciente de Passa e Fica/RN

Na última segunda-feira (14), por volta das 21h00, a equipe da Secretaria de Saúde de Mamanguape foi acionada pelo Serviço de Assistência Social da cidade de Passa e Fica, no Rio Grande do Norte. Segundo o interlocutor, o serviço tomou conhecimento através de relatos de moradores de Mamanguape compartilhados pelo WhatsApp, que a senhora Francisca Edileuza, portadora de distúrbios mentais há mais de 15 anos, havia fugido de sua residência naquela cidade.

Ela conseguiu chegar a Mamanguape por meio de caronas com caminhoneiros e, de acordo com informações, encontrava-se em situação de rua nas imediações do posto de combustíveis Peixe Boi. Os profissionais do município se deslocaram até o local e através do suporte da Polícia Militar da 3ª CIPM conduziram Edileuza ao CAPS AD III, onde foi acolhida, recebendo cuidados como banho, roupa limpa, alimentação e um local seguro para dormir.

Em conversas com a equipe do CAPS de Mamanguape, ela disse que prefere ser chamada de “Jamile”, agradeceu muito pelo acolhimento e carinho com que foi tratada, permanecendo no local até a chegada da equipe da saúde de Passa e Fica, responsável pelo seu retorno a cidade potiguar. Um atendimento humanizado significa acolher e reconhecer o que o outro traz como legítima e singular necessidade de saúde.

O acolhimento deve sustentar a relação entre equipes, serviços, usuários e população, tendo como principal objetivo a construção de relações de confiança, compromisso e vínculo entre os serviços e usuários com sua rede sócio afetiva. Os usuários de saúde de Mamanguape possuem direitos garantidos por lei e a Secretaria Municipal de Saúde segue assegurando que eles sejam cumpridos em todas as fases do cuidado.

O Centro de Atenção Psicossocial CAPS AD III, está localizado na Rua: Antônio Pessoa Vasconcelos, S/N, no bairro do Campo e realiza atendimento 24h diariamente à população do Vale de Mamanguape, que apresenta transtornos mentais, principalmente os decorrentes do uso e dependência de substâncias psicoativas, como álcool e outras drogas. É um serviço de caráter aberto e comunitário constituído por equipe multiprofissional e que atua sobre a ótica interdisciplinar (enfermeiro, Técnico de Enfermagem, terapeuta ocupacional, assistente social, psicólogo, farmacêutico, clínica médica, psiquiatria).

Possui leitos de repouso com a finalidade de cuidado, como por exemplo, para desintoxicações e outras condições clínicas que necessitam de intervenções médicas e de enfermagem e que possam ser acompanhadas ambulatorialmente.

COMPARTILHAR