Prefeitura de Mamanguape reforça número de costureiras e terá 14 mil máscaras para população

Na manhã desta terça-feira (12), mais sete alunas do curso de corte e costura realizado no Centro de Referência da Assistência Social (CRAS), se reuniram na sede da Prefeitura de Mamanguape, paço municipal, com a secretária de finanças Danielle Rodrigues e o secretário da saúde Rafael Aires, para tratar de mais uma ação de confecção de 14.000 (catorze mil) unidades de máscaras.

As máscaras serão produzidas em tecido 100% algodão, para serem distribuídas para a população do município, e terá a matéria-prima disponibilizada pela secretaria de saúde e a prefeitura, através da secretaria de assistência social, custeará o serviço de confecção.

A ação tem o objetivo social de oportunizar uma renda extra para as profissionais de costura formadas nos cursos pelo município, agora com um número de catorze ficando responsável pela confecção de 1.000 (mil) máscaras cada uma delas. Além de assegurar a distribuição de mais máscaras para a população na proteção contra a COVID-19.

Para o secretário Rafael Aires, esta é uma ação muito importante, na medida em que o uso da máscara vai diminuir a probabilidade de contágio, tendo a proteção de pessoa para pessoa. “Temos vertentes importantes, tanto na prevenção, quanto na economia, já que as máscaras são desinfetadas/higienizadas e reutilizadas”, acrescentou Rafael.

A secretária das finanças, Danielle Rodrigues, relatou que vem tomando medidas econômicas e sociais para minimizar as consequências da pandemia, fracionando o custeio do município, e priorizando à saúde de forma abrangente, dando assim oportunidade para que as costureiras do nosso município atuem conjuntamente nesta ação. “Estamos trabalhando com rigor nos gastos, buscando atender o maior número de demandas possíveis, visando a economia e a saúde a população”, disse Danielle.

COMPARTILHAR