Autor: Comunicação

Prefeitura de Mamanguape obtém na justiça reconhecimento da posse do Campo Beira Rio

A Prefeitura de Mamanguape ajuizou Ação de Imissão na Posse com pedido de liminar para a restituição ao município do campo futebol “Ernestão Beira Rio”. A área cedida ao município pelo Grupo Soares de Oliveira é objeto de uma lide envolvendo a Associação Desportiva de Mamanguape. Na última quarta-feira (13), nos autos da Ação de […]

15/10/2021 16h44 Atualizado há 1 ano atrás

A Prefeitura de Mamanguape ajuizou Ação de Imissão na Posse com pedido de liminar para a restituição ao município do campo futebol “Ernestão Beira Rio”. A área cedida ao município pelo Grupo Soares de Oliveira é objeto de uma lide envolvendo a Associação Desportiva de Mamanguape.

Na última quarta-feira (13), nos autos da Ação de nº 0802664-31.2021.8.15.0231, a juíza titular da 3ª Vara Mista da Comarca de Mamanguape, Dra. Elza Pedrosa, concedeu medida liminar determinando a desocupação imediata do campo Beira Rio e a imissão na posse do ente municipal.

A concessão da urgência pela magistrada foi baseada na documentação acostada pelo município à presente ação. Além da antecipação dos efeitos da tutela, a juíza também determinou multa astreinte (diária) de R$20.000,00 (vinte mil reais) em caso de descumprimento da ordem judicial.

A luta da prefeita Eunice sempre foi para que todos tenham acesso ao campo e que espaço tão importante para a comunidade não se torne privado e restrito apenas a um pequeno grupo.

Entenda o caso
O município, na busca incessante do bem estar dos seus munícipes, promoveu melhorias no campo de futebol, realizando o nivelamento e terraplanagem da área, instalação do gramado, implantação de sistema de irrigação, dentre outros. Quando buscou a regularização fundiária da área do campo através de pesquisas no cartório de registro de imóveis, não encontrou o registro da área.

No dia 15 de dezembro de 2020, a prefeitura tomou conhecimento de uma “circular” denominada “posse da área recreativa e esportiva da arena beira rio”, na qual a Associação Desportista de Mamanguape alegava ser detentora da propriedade supostamente doada pela Usina Monte Alegre S/A. No entanto, quando o município buscou a empresa esta mostrou total desconhecimento da referida doação e externou o interesse em formalizar o repasse da área ao município.

No intuito de resolver o impasse, o município declarou a área como de utilidade pública (Decreto nº 1.596/2021) para fins de desapropriação, uso comum público e utilizada para fins recreativos e prática de futebol. Notificada para desocupar o espaço, a ADM não atendeu ao pedido alegando que não concordava com os termos da notificação municipal, insistindo que a área havia sido repassada pela Usina Monte Alegre, sem apresentar qualquer documento comprobatório.


Ao continuar navegando no nosso portal, você concorda com a nossa Política de Privacidade. Para ter mais informações, acesse nossa página de Política de Privacidade

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support