Autor: Comunicação

Prefeitura de Mamanguape em parceria com a SES/PB realiza evento do Setembro Amarelo no combate e prevenção ao suicídio

O secretário Rafael Aires, afirmou que a prefeita Eunice Pessoa autorizou a implantação de um Laboratório de Saúde Mental no município, que funcionará no Ambulatório Médico de Especialidades - AME (antigo PAM).

29/09/2023 18h10 Atualizado há 9 meses atrás

A Prefeitura de Mamanguape, através da Secretaria Municipal de Saúde e do CAPS, em parceria com a Gerência Operacional de Atenção Psicossocial da Secretaria de Estado da Saúde da Paraíba, realizou na manhã desta sexta-feira (29), no Centro Cultural Fênix, o encerramento da programação estadual do Setembro Amarelo, com o tema “Não existe cuidado em saúde mental sem combate à desigualdade social”.

O mês de setembro é voltado para a conscientização e prevenção do suicídio e o evento de hoje faz parte da campanha do Setembro Amarelo, que conta com ações e políticas públicas voltadas para o desenvolvimento da saúde mental. O principal objetivo é conscientizar os profissionais da saúde para o atendimento ao público, que sofre com problemas de depressão, ansiedade e outros transtornos de ordem mental. 

Durante  o evento, o secretário de saúde do município, Rafael Aires, afirmou que a prefeita Eunice Pessoa autorizou a implantação de um Laboratório de Saúde Mental no município. O serviço será criado e funcionará no Ambulatório Médico de Especialidades – AME (antigo PAM), com psicologia, psiquiatria infantil e outros atendimentos especializados.

Sobre o suicidio e as principais vítimas, os jovens, ele ressaltou se tratar de uma luta diária, que vai além dos setores de serviços de saúde mental, começando pelas UBSs e terminando pela sensibilização para melhora no atendimento ao próximo. “Nós sabemos a importância de atender a população que sofre com saúde mental e que precisam dos nossos serviços. O Setembro Amarelo veio para mostrar que a prevenção ao suicídio tem que ser intensificada, não apenas em setembro, mas durante o ano inteiro”, afirmou Rafael

O evento também contou com a participação da representante da SES-PB, Renata Alves, que destacou a prevenção e o combate ao suicídio através do fortalecimento do diálogo, o uso da empatia e acolhimento. “Entendendo os usuários e pessoas que utilizam os serviços de saúde como sujeitos de direitos e, na luta não só contra o suicídio, como também no combate à desigualdade social, considerando que a forma como a nossa sociedade sociedade se organiza, pode impactar também na nossa saúde mental”, falou Renata. 

Rodas de conversa, palestras e música ao vivo abrilhantaram o evento.


Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support

Preferência de Cookies

Usamos cookies e tecnologias semelhantes que são necessárias para operar o site. Você pode consentir com o nosso uso de cookies clicando em "Aceitar" ou gerenciar suas preferências clicando em “Minhas opções”. Para obter mais informações sobre os tipos de cookies, como utilizamos e quais dados são coletados, leia nossa Política de Privacidade.