Mamanguape será referência na testagem de profissionais de saúde e segurança pública para covid-19, para municípios de todo o Vale

A Prefeitura de Mamanguape, através da Secretaria Municipal de Saúde, anunciou na manhã desta quinta-feira (16) um fluxograma de testagem em COVID-19 para profissionais de saúde e da segurança púbica de toda a região do Vale. Os testes vêm por meio de uma parceria formada entre o Governo do Estado (secretaria) com as Regionais de saúde, através do COSEMS – Conselho de Secretarias Municipais de Saúde da Paraíba.

Os profissionais que apresentarem quadros sintomáticos respiratórios deverão procurar a Unidade Municipal de Saúde da Família para avaliação, no município de origem. O teste rápido na cidade Mamanguape deverá ser realizado a partir do 10° dia do início dos primeiros sintomas e o profissional da Unidade de Saúde da Família deverá realizar o preenchimento do formulário eletrônico indicado na nota técnica.

O secretário de saúde de Mamanguape, Rafael Aires, disponibilizou na Secretaria de Saúde de Mamanguape contatos para agendamento através do fone: 3292-2269, no horário de 07h00 as 13h00.

O fluxograma foi apresentado pela equipe (foto) da Secretaria de Saúde de Mamanguape e estará em funcionamento a partir do dia 20 de abril, dia que o direcionamento do profissional para testagem conforme agendamento (de segunda a sexta de 8 às 11 horas) será na Escola Municipal Adailton Coelho Costa, BR 101 (por trás do Restaurante O Sombreiro), no bairro Santa Edwirgens.

O profissional deverá estar devidamente paramentado com os EPI’s adequados, assim como o motorista que irá conduzi-lo. O transporte sanitário deverá ser exclusivo para o profissional realizar o teste com retorno imediato para o local de origem.

De acordo com Rafael, há toda uma estrutura montada para atender a demanda, dentro do fluxograma. “Montamos o fluxograma e orientamos que em caso de urgência devem entrar em contato com a gestão de saúde de Mamanguape”, acrescentou o secretário.

Em reunião na Secretaria de Saúde, a tesoureira do Fundo Municipal de Saúde, Danielle Rodrigues, disse que mesmo com as quedas dos recursos, os esforços estão concentrados no sentido de obedecer a destinação correta. “Apesar das quedas nas receitas próprias (FPM e ICMS) Estamos aplicando nosso custeio e, conjuntamente, estamos aplicando os recursos federais que vieram destinados ao combate à pandemia objetivando a minimização dos efeitos da crise”, detalhou Danielle.

COMPARTILHAR