Agricultura em ascensão: Agricultores de Mamanguape abastecem cidades do estado com mais de 100 toneladas de alimentos, através do PAA

Em Mamanguape – PB, o agro não para. Apesar das limitações, em virtude da pandemia do novo coronavírus, as atividades da Secretaria Municipal de Agricultura (SMA) continuam incentivando a agricultura familiar do município.

Tendo em vista que a maior preocupação dos agricultores é o escoamento da sua produção, os técnicos da SMA os inscreveram no Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) da Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB), e da Secretaria Executiva de Segurança Alimentar e Economia Solidária (SESAES)/ Secretaria Estadual de Desenvolvimento Humano(SEDH), que tem a frente a competente Secretária Executiva Roseana Meira, e o gerente executivo das Casas de Economia Solidária Marcelo Mello. Como resultado, as Associações dos agricultores de Alagoas, Hortagrajeira e Mendonça tiveram suas propostas da CONAB aprovadas, e 84 agricultores familiares tiveram suas propostas aprovadas no PAA da SESAES/SEDH.

Com as propostas aprovadas, os agricultores começaram a entregar seus produtos. Nos últimos três meses, os agricultores forneceram mais de 100 toneladas de alimentos diversos, sendo cerca de 35 toneladas fornecidas para a CONAB, e 65 toneladas para SESAES/SEDH. Os alimentos foram distribuídos pelos respectivos órgãos para as cidades de Queimadas, Cubati, Ingá, Marcação, Dona Inês, Cabaceiras e Mamanguape, com o objetivo de diminuir a fome das famílias em vulnerabilidade social.

Para a SMA, o PAA tem uma grande importância na geração de emprego e renda para homem do campo, por garantir a comercialização de parte de sua produção com preços justos, sem atravessadores.

Para a prefeita Eunice Pessoa, são gratificantes as parcerias com os órgãos do Governo Federal e Estadual, uma vez que cada instituição contribuindo diretamente para fortalecimento da agricultura familiar, o desenvolvimento do agronegócio do município, além de colaborar com a alimentação das famílias que estão em situação de insegurança alimentar e nutricional de todo território paraibano.

COMPARTILHAR