Agosto das Letras e Projeto Interatos homenageiam Ariano Suassuna em Mamanguape

Depois de três dias no município de Taperoá, a quinta edição do festival Agosto das Letras, realizado pela Fundação Espaço Cultural da Paraíba (FUNESC), segue agora para Mamanguape, dando sequência à programação que homenageia o paraibano Ariano Suassuna. A segunda etapa acontecerá nos dias 14, 15 e 16, e terá espetáculos de teatro e dança, além de contação de história, lançamento de livro e realização de oficinas de grafite e música.

A programação começa com uma oficina de graffiteria, no dia 14, a partir das 14h, com integrantes do Coletivo Acervo 03, no Centro Cultural Fênix. A abertura oficial, todavia, está marcada para as 19h, no mesmo local, com apresentação do espetáculo ‘O Reino de Ariano’, encenado por alunos do curso de teatro da FUNESC, sob direção de Suzy Lopes e Tony Silva. Também haverá apresentação do grupo cultural Cléa Bezerra e lançamento do livro ‘Figuras e paisagens’, de Luís G. Oliveira.

A programação segue na quinta-feira (15) com mais uma oficina: ‘Divertimusicalizando para professores’, com Naná Vianna, às 9h e às 14h. Já às 19h tem o espetáculo de dança ‘Iranti’, com a companhia Lunay. A oficina e a apresentação acontecem no Centro Cultural Fênix. No mesmo local, o último dia da programação do Agosto das Letras na cidade de Mamanguape, sexta-feira, terá Contação de História, com Naná Vianna, às 9h e às 14h.

Semana que vem, o festival Agosto das Letras estará na cidade de Itaporanga, no Sertão da Paraíba, e na última semana aportará em Cabedelo, encerrando a série de atividades em homenagem a Ariano Suassuna, autor de ‘Auto da Compadecida’. A ideia do festival é descentralizar ações e levar a programação para diversos pontos do Estado (inclusive em parceria com o projeto Interatos, patrocinado pelo Bradesco).

A quinta edição do Agosto das Letras esteve em Taperoá, cidade onde nasceu o escritor paraibano Ariano Suassuna. A programação contou com o experimento cênico ‘Meu Reino de Ariano’, com atuação de Luiz Carlos Vasconcelos e direção de João Paulo Soares, na Igreja de São Sebastião.

Em Taperoá, ações a exposição ‘Em Nome do Pai’, de Manoel Dantas Suassuna, e apresentação do ‘Pulo da gaita’. A programação também teve as oficinas ‘Capacitação para Profissionais que Atuam em Bibliotecas’ e ‘Teatro de Bonecos – Manipulação e Narrativas do Boneco Popular’, além ‘Rota Cultural – Centro Histórico e Fazenda Carnaúba’ e o espetáculo: ‘Brincadeira de Criança’, com a companhia Boca de Cena.

A abertura do festival Agosto das letras foi realizada no último dia 2, no teatro Santa Roza, no Centro de João Pessoa. Diversas autoridades, gestores culturais, artistas e consumidores de arte lotaram o teatro. Após as falas de Renata Costa (Plano Municipal de Livro e Leitura do Rio de Janeiro), Maria Eunice (prefeita de Mamanguape) e Nézia Gomes (presidenta da FUNESC, a plateia assistiu ao espetáculo ‘O Reino de Ariano’ (baseado na obra de Ariano Suassuna), com o grupo de alunos de Teatro da FUNESC, sob direção de Suzy Lopes e Tony Silva.

COMPARTILHAR